PREFEITURA SANTANA

Estudantes participam da segunda fase da Olimp√≠ada Brasileira de F√≠sica das Escolas P√ļblicas

Provas serão aplicadas em nove centros de aplicação espalhados por todo o estado

Por Ana Paula Lins/Ascom Seduc em 18/11/2023 às 15:05:45
Ana Paula Lins

Ana Paula Lins

Estudantes da rede pública de Alagoas participam neste s√°bado (18) da segunda fase da edição 2023 da Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP). As provas serão aplicadas no hor√°rio das 13h às 17h e, em Alagoas, nove municípios funcionarão como polo de aplicação.

Trezentos e noventa e oito estudantes de escolas estaduais, municipais e Instituto Federal de Alagoas (Ifal) do 9¬ļ ano do ensino fundamental e ensino médio participam da segunda etapa da prova. A rede estadual responde por 85% dos classificados para a segunda fase, o equivalente a 336 alunos de 49 escolas.

Polos de aplicação

Nove instituições serão polos de aplicação das provas da OBFEP neste s√°bado. São elas:

Maceió: Campus do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) e Escola Municipal Dr. Pompeu Sarmento;

Arapiraca: Campus do Instituto Federal de Alagoas (Ifal);

Palmeira dos Índios: Campus do Instituto Federal de Alagoas (Ifal);

Campo Alegre: Escola Estadual Dorgival Gonçalves;

Jundi√°: Escola Estadual Delmo Ferreira da Silva;

Mata Grande: Escola Estadual Demócrito Gracindo;

Rio Largo: Escola Estadual Santos Dumont;

Santana do Mundaú: Escola Municipal de Ensino Fundamental Pequeno Príncipe.

Edição 2023

Ao todo, 17.597 estudantes da rede pública de Alagoas foram inscritos para participarem da edição 2023 da OBFEP. Esse quantitativo fez com que o estado fosse o terceiro maior em número de escolas inscritas na olimpíada.

Segundo dados da coordenação local da OBFEP, Alagoas, com 83 escolas cadastradas, ficou atr√°s apenas de São Paulo (212 escolas) e do Cear√° (223 escolas), empatando no terceiro lugar com Pernambuco e Piauí, que também tiveram, cada um, 83 instituições cadastradas na competição. Em todo o Brasil, 1.330 escolas garantiram vaga na disputa.

"Deste quantitativo de 17.597 estudantes inscritos na edição 2023, 1.406 foram do 9¬ļ ano do ensino fundamental; 5.869 da 1¬™ série do ensino médio; 5.400, da 2¬™ série; 4.785, da 3¬™ série; e 137, da 4¬™ série. Dentre as escolas cadastradas, 70 são da rede estadual e 5 são das redes municipais, enquanto o Instituto Federal de Alagoas inscreveu oito unidades", informa o Professor Samuel Teixeira, do Instituto de Física da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e coordenador estadual da olimpíada.

A rede estadual de ensino responde pelo maior quantitativo de estudantes e escolas inscritos. Foram 15.555 estudantes de 70 escolas, o que equivale, respectivamente, a 88,3% e 84,3% dos alunos e instituições de ensino participantes.

O superintendente de Desenvolvimento do Ensino Médio da Seduc, Ricardo Lisboa, destaca os bons resultados obtidos pela rede estadual na olimpíada nos últimos anos. "Temos sempre ficado entre os cinco primeiros estados com maior número de inscritos", informa Lisboa.

A OBFEP

Promovida pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), a OBFEP visa estimular o interesse pela física entre os estudantes da rede pública. Os estudantes melhores classificados recebem medalhas e concorrem a bolsas de iniciação científica.

Em Alagoas, a olimpíada é organizada pelo Instituto de Física da Ufal e conta com o apoio da Seduc, Ifal e Secretarias Municipais de Educação.

Fonte: Agência Alagoas

Comunicar erro

Coment√°rios

DETRAN AL