PREFEITURA SANTANA

Socorristas do Salva Mais prestam assistĂȘncia aos atingidos pelas enchentes do RS

Vinte integrantes do programa estão atuando pela Força Nacional do SUS

Por Suely Melo / Ascom Sesau em 13/05/2024 às 18:24:19
Divulgação / Sesau

Divulgação / Sesau

O Programa Salva Mais Alagoas, que integra o Serviço de Atendimento Móvel de UrgĂȘncia (Samu) e o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL), enviou 20 integrantes para prestar assistĂȘncia aos atingidos pelas enchentes no Estado do Rio Grande do Sul. Os profissionais estão desenvolvendo atividades nas ĂĄreas de medicina e enfermagem, por meio da operação montada pela Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a coordenadora do programa Salva Mais, enfermeira Elaine Monteiro, para as ocorrĂȘncias relativas ao Serviço Aeromédico foram encaminhados quatro médicos e quatro enfermeiros do Samu. JĂĄ para os serviços do CBM/AL, foram encaminhados 12 bombeiros militares.

"A ação estĂĄ sendo desenvolvida para auxiliar todo o Rio Grande do Sul nesta grande catĂĄstrofe. Importante mencionar que o Governo do Estado também encaminhou equipamentos para realização das operações por nossos médicos e enfermeiros. Além disso, nosso pessoal estĂĄ ajudando no resgate de pessoas, animais e salvando vidas, auxiliando o Ministério da Saúde nas ações por ele direcionada", salientou Elaine Monteiro.

Programa Salva Mais

O Programa Salva Mais, instituído pelo governador Paulo Dantas, é uma iniciativa inovadora, que integra, por meio de uma Central de Regulação Única, o CBM/AL e o Samu, "Essa integração visa otimizar o atendimento pré-hospitalar no Estado, reunindo pessoal e equipamentos em uma estrutura unificada. Dessa forma, o programa possibilita uma resposta mais rĂĄpida e eficiente às demandas da população, garantindo um atendimento de qualidade e salvando mais vidas", disse a coordenadora do Salva Mais.

Para o secretĂĄrio de Estado da Saúde, o médico Gustavo Pontes, o Governo de Alagoas, por meio do governador Paulo Dantas, não mediu esforços para ajudar o Estado do RS. "Estamos aqui para servir, no que pudermos ajudar, seja com a mão de obra do nosso pessoal e com equipamentos. É o nosso dever como cidadão. Espero que em breve o povo gaúcho possa se recuperar dessa grande tragédia ambiental", frisou o gestor da saúde alagoana.

Fonte: AgĂȘncia Alagoas

Comunicar erro

ComentĂĄrios

DETRAN AL