Logo

Sete criminosos que explodiam bancos entram em confronto com a Polícia Civil entre SE e AL

Operação apreendeu explosivos, armas de grosso calibre, munições e acessórios utilizados para furar pneus de veículos

Por Ascom/PC-SE em 03/06/2021 às 08:29:18

O Centro de Opera√ß√Ķes Policiais Especiais (Cope), com o apoio da Divis√£o de Intelig√™ncia (Dipol) e do 11¬ļ Batalh√£o de Polícia Militar (11¬ļ BPM), deflagrou uma opera√ß√£o que desarticulou um grupo criminoso que atuava na explos√£o de caixas eletrônicos e ag√™ncias banc√°rias. Na a√ß√£o policial, deflagrada na manh√£ desta quarta-feira (2), sete investigados entraram em confronto com as equipes policiais durante abordagem na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe. A opera√ß√£o ocorreu entre as cidades de Igreja Nova (AL) e Propri√° (SE).

O diretor do Cope, delegado Dernival Eloi, destacou que a opera√ß√£o deflagrada na manh√£ desta quarta-feira ocorreu em continuidade a outras a√ß√Ķes que j√° tinham acontecido no enfrentamento a crimes contra bancos. "É a terceira fase de uma opera√ß√£o contra uma organiza√ß√£o criminosa que explodiu um banco em Pacatuba. Nós j√° havíamos realizado duas opera√ß√Ķes anteriores", complementou.

Dernival Eloi detalhou também que, no curso do procedimento investigativo, foram identificadas altera√ß√Ķes na composi√ß√£o do grupo criminoso, que estaria pronto para uma nova investida em Alagoas. "Detectamos uma reestrutura√ß√£o dessa organiza√ß√£o criminosa e, na continuidade dessas investiga√ß√Ķes, conseguimos identificar que eles iriam explodir na madrugada de hoje uma ag√™ncia banc√°ria em Igreja Nova (AL)", complementou.

A opera√ß√£o ocorreu simultaneamente nos dois estados, acontecendo entre os municípios de Propri√° (SE) e Igreja Nova (AL). "Houve confronto em ambos os estados. Em Sergipe, quatro morreram em confronto e, em Alagoas, tr√™s entraram em confronto com as for√ßas de seguran√ßa. O líder dessa organiza√ß√£o criminosa se encontra preso. O mandado de pris√£o foi cumprido com o apoio do Departamento do Sistema Prisional (Desipe)", informou o delegado Dernival Eloi.

Como a investida criminosa ocorreria em Alagoas, a Polícia Civil de Sergipe acionou a Divis√£o Especial de Investiga√ß√£o e Capturas (Deic), da Polícia Civil alagoana. A opera√ß√£o resultou na apreens√£o de explosivos, armas de grosso calibre, acessórios utilizados para furar pneus de veículos, muni√ß√Ķes e balaclavas – utilizados para cobrir o rosto durante as investidas criminosas. As investiga√ß√Ķes continuam para localizar outros envolvidos no grupo criminoso.

Comunicar erro
GOVERNO DE ALAGOAS