Logo

Pacote com 10 programas garante mais de R$ 1 bilhão em investimentos na Educação

Realizada nesta terça-feira (8), cerimônia de lançamento também marcou a posse dos novos gerentes regionais de Educação para o biênio 2021-2023

Por Severino Carvalho e Andressa Alves em 08/06/2021 às 15:29:29

Márcio Ferreira

Dez novos programas e um investimento de mais de R$ 1 bilhão na Educação Pública de Alagoas foram anunciados na manhã desta terça-feira (8) pelo governador Renan Filho e o secretário de Estado da Educação, Rafael Brito, durante a solenidade de posse dos novos gerentes regionais de Educação para o biênio 2021-2023. A cerimônia restrita, em razão da pandemia, foi realizada no Auditório Aqualtune do Palácio República dos Palmares e transmitida pelos canais oficiais do Governo de Alagoas nas redes sociais.

"Hoje estamos lançando, sem dúvida alguma, o maior investimento que a Educação Pública de Alagoas já recebeu", afirmou Renan Filho.

Os dez novos programas garantirão a entrega de 300 novos ônibus escolares, a construção de 200 creches, a compra de equipamentos para estruturação das 310 escolas da rede, a aquisição de computadores para os professores, a realização de concurso público com três mil vagas, dentre outras ações.

Os programas anunciados chegam para robustecer as ações do Escola 10, iniciativa desenvolvida pelo Governo do Estado em parceria com os municípios alagoanos, que proporciona a melhoria na aprendizagem e nos índices educacionais. O pacote fortalece, ainda, os pilares da Educação Pública de Alagoas, calcados na valorização do servidor, no investimento em infraestrutura, na descentralização de recursos, na melhoria do ensino-aprendizagem e numa visão macro da área educacional.

Foram anunciados os programas: Tv Escola 10, Rumo às Aulas, Mais Merenda, Vem que dá Tempo, Conecta Professor, Meu Transporte Novo, Creche Cria, Mais Professor, Minha Escola Nova e Equipa Escola.

"Esse é um momento muito diferente para a educação de Alagoas com um investimento de mais de R$ 1 bilhão em dez programas iniciais, que chegam para fortalecer o Escola 10. Trata-se, portanto, de um momento muito diferente com ações abrangentes que atendem, desde a merenda do aluno, passando pela valorização dos servidores e pela infraestrutura da escola", descreveu Rafael Brito.

Conheça os programas

TV ESCOLA 10 – Canal aberto de TV com conteúdos pedagógicos próprios para todos os estudantes da rede estadual. Terá transmissão simultânea para dois milhões de alagoanos.

RUMO ÀS AULAS – Garante recurso emergencial repassado a todas as 310 escolas da rede pública estadual e às gerências regionais para adequações de infraestrutura e aquisição de bens. O investimento será de R$40 milhões.

"Vamos disponibilizar os recursos, começar a distribuir os cheques aos diretores para que comecem a ajeitar as escolas. A gente vai vacinar os profissionais da Educação (contra a Covid-19) e esperamos fazer isso no máximo até o início de julho para retomarmos as aulas no início do segundo semestre com professores imunizados e escolas preparadas", citou o governador.

MAIS MERENDA – Repasse complementar de R$ 20,3 milhões para a compra de merenda escolar. A quantia atual chegará a ser triplicada e Alagoas terá, agora, o maior valor de merenda per capita do Brasil.

"O Ministério da Educação manda R$ 0,33 por aluno por dia. Nós vamos adicionar a esses R$ 0,33 que o Ministério manda R$ 0,67 para destinar R$ 1,00 por aluno para a merenda, porque o Estado entende que a merenda escolar é um complemento muito importante na alimentação das crianças e dos jovens de baixa renda. Trata-se de uma ação fundamental", considerou Renan Filho.

VEM QUE DÁ TEMPO – Convocação de jovens e adultos para acelerar a escolarização do ensino fundamental em todo o estado. Investimento de cerca de R$ 120 milhões. Inclui ainda bolsa-formação para professores, exame de avaliação e aumento da oferta do EJA Modular.

CONECTA PROFESSOR – Dará suporte aos 10 mil professores da rede estadual para a compra de equipamentos tecnológicos (computadores) e contratação de internet contínua por até 24 meses na casa desses profissionais. Cada um deles receberá R$ 5 mil.

MEU TRANSPORTE NOVO – Entrega de 300 ônibus escolares para Alagoas. Cem deles serão de uso próprio da rede estadual e 200 entregues aos gestores municipais. O investimento será de R$ 60 milhões.

CRECHE CRIA – Universalização do acesso a creches em Alagoas, a partir da construção de 200 novas unidades que irão atender cerca de 40 mil crianças de 0 a 4 anos, em todo o estado. Investimento total de R$ 805 milhões.

"Duzentas creches significam 40 mil alunos inseridos na educação pública já nos primeiros anos de vida. Isso praticamente garantirá o atendimento de toda a demanda de creches em Alagoas e vai gerar oito mil empregos diretos", pontuou Renan Filho.

MAIS PROFESSOR – Ampliação da oferta de profissionais da Educação na rede estadual, por meio da realização de concurso público para professores com três mil vagas e Processo Seletivo Simplificado em diversas áreas de atuação.

MINHA ESCOLA NOVA – Melhorias na infraestrutura da Educação com a manutenção e construção de novas escolas, além da implantação de ginásios e Centro Educacional Integrado. Investimento de R$ 470 milhões.

EQUIPA ESCOLA – Entrega de equipamentos para estruturação das 310 escolas da rede pública estadual. Investimento de cerca de R$ 45 milhões.

Posse

A solenidade desta terça-feira (8) também marcou a posse dos gerentes que atuarão no biênio 2021-2023 nas 13 Gerências Regionais de Educação (Geres) distribuídas pelo estado.

Tomaram posse: 1ª Gere (Maceió) – Sandra Vitorino do Nascimento; 2ª Gere (São Miguel dos Campos) – Alexsandra Rodrigues da Costa; 3ª Gere (Palmeira dos Índios) – Ana Paula Soares da Silva Barros; 4ª Gere (Viçosa) – Josenildo Maraba da Silva Lima; 5ª Gere (Arapiraca) – José Afonso de Alcântara; 6ª Gere (Santana do Ipanema) – Heloiza Andreia Lins Teixeira; 7ª Gere (União dos Palmares) – Artur Ferreira da Silva Filho; 8ª Gere (Pão de Açúcar) – Edivaldo Vieira; 9ª Gere (Penedo) – Jorge Luiz dos Santos; 10ª Gere (Porto Calvo) – Edclea Ataide da Silva; 11ª Gere (Piranhas) – Jeorgens Ferreira da Silva; 12ª Gere (Rio Largo) – José Henrique dos Santos, e 13ª Gere (Maceió) – Cássio Costa de Lima.

O secretário Rafael Brito enfatizou que os novos gerentes são escolhidos pelo critério da meritocracia. "Quem participa da gerência da Gere, quem se qualifica para participar do processo seletivo são os diretores e gestores das escolas que, no ano anterior, tiveram o melhor resultado no Ideb", pontuou.

Para Afonso Alcântara, novo gerente regional da 5ª Gere, sediada em Arapiraca, chegar ao cargo é um reconhecimento pelo trabalho realizado.

"Antes desse processo da meritocracia, a gente não podia nem sonhar em exercer um cargo como esse. Um professor de sala de aula só poderia ser, no máximo, gestor; e hoje ele pode sonhar em ser um gerente regional, que antes era um cargo político. Hoje, a gente tem esse reconhecimento pelo trabalho realizado. É muito gratificante!", comemorou Alcântara.

Fonte: Agência Alagoas

Comunicar erro
GOVERNO DE ALAGOAS