Logo

Covid-19: Central de Triagem de Arapiraca atendeu quase 64 mil usuários no 1º ano de funcionamento

Unidade administrada pela Sesau oferece o teste rápido de antígeno e o teste RT-PCR para a população de Arapiraca e de municípios vizinhos

Por João Victor Barroso em 13/06/2021 às 23:43:56

Carla Cleto

Ampliar a oferta de exames para a detecção mais ágil da Covid-19 e, assim, assegurar que a população inicie o tratamento o mais rápido possível. Esse foi o intuito da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) quando inaugurou, no dia 13 de junho de 2020, a Central de Triagem Iza Castro, de Arapiraca, que já atendeu 63.790 usuários no primeiro ano de funcionamento.

Ao longo dos últimos 12 meses, a Central de Triagem de Arapiraca realizou 35.775 testes rápidos, com 25.812 resultados negativos e 9.943 positivos. Em relação aos exames RT-PCR, foram realizados 5.290, com 1.467 positivos e 1.683 negativos. As amostras são encaminhadas para o Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL).

A Central de Triagem de Arapiraca está localizada no Ginásio João Paulo II, na Praça Ceci Cunha. A unidade funciona 24 horas, durante os sete dias da semana, oferecendo a população arapiraquense e, de cidades vizinhas, o teste rápido de antígeno e o exame RT-PCR.

Após a triagem usuário passa pela consulta médica para averiguar se ele se enquadra no perfil para passar pelo exame de detecção da Covid 19 FOTO Carla Cleto 5

Para Alexandre Ayres, secretário de Estado da Saúde, a Central de Triagem de Arapiraca tem prestado um serviço de extrema importância à população alagoana. Isso porque, segundo o gestor da saúde estadual, a unidade tem sido uma referência no enfrentamento à pandemia da Covid-19.

"É com a testagem da população que também conseguimos organizar a Rede Pública de Saúde e definir as melhores estratégias para conseguir vencer a luta contra a Covid-19. O atendimento feito pelos profissionais da Central de Triagem tem sido um diferencial na vida da população de Arapiraca e região porque, quando as pessoas chegam à unidade, são atendidas rapidamente e passam por orientações após a avaliação médica", destaca o secretário.

Quando buscar o serviço – A população deve procurar a Central de Triagem de Arapiraca a partir do terceiro dia do surgimento de sintomas gripais, entre eles dores de cabeça, dores no corpo, perda de olfato e paladar, dor de garganta, presença de tosse, congestão nasal, coriza e febre. Ao chegar à unidade de saúde, o paciente é acolhido na entrada, com a verificação da oximetria e da temperatura, explica Jackeline Barbosa, enfermeira e coordenadora da Central de Triagem de Arapiraca.

"Nesse momento, o usuário também faz um breve relato dos sintomas e, após essa triagem, o paciente passa pelo atendimento da enfermagem e segue para a consulta com um médico, que irá avaliar os sintomas e a condição clínica. Só então, ele vai solicitar a realização do teste rápido de antígeno ou o RT-PCR. Todo o usuário sai da unidade com a orientação do médico, podendo também ser medicado, dependendo de cada caso", afirma a coordenadora Central de Triagem de Arapiraca.

Aqueles usuários que estão com um caso mais grave da doença e precisam de um atendimento hospitalar, são transferidos para um hospital, determinado pela Central de Regulação de Leitos do Estado, órgão vinculado à Sesau.

Fonte: Agência Alagoas

Comunicar erro
GOVERNO DE ALAGOAS