Logo

Nenhuma dose de vacina vencida é repassada aos estados, diz ministério

O Ministério da Saúde informou hoje (2), em Brasília, que nenhuma dose vencida de vacina contra a covid-19 é repassada aos estados e o Distrito Federal

Por Redação em 02/07/2021 às 20:45:43

O Ministério da Sa√ļde informou hoje (2), em Bras√≠lia, que nenhuma dose vencida de vacina contra a covid-19 é repassada aos estados e o Distrito Federal. Acrescentou que o prazo de validade dos imunizantes é rigorosamente acompanhado desde o recebimento até a distribui√ß√£o.

A divulga√ß√£o da informa√ß√£o foi motivada pela publica√ß√£o de uma matéria do jornal Folha de S.Paulo. Segundo a publica√ß√£o, cerca de 26 mil doses de vacinas da AstraZeneca teriam sido aplicadas após o vencimento em 1.532 munic√≠pios.

Segundo o ministério, os estados s√£o orientados a distribu√≠rem imediatamente os imunizantes recebidos, sendo obriga√ß√£o dos gestores locais do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS) fazer o armazenamento correto e a aplica√ß√£o das doses dentro do prazo de validade.

Divergências no preenchimento de dados

Em nota, a prefeitura de Maring√° (PR), apontada pela reportagem como o munic√≠pio que mais teria aplicado doses vencidas, afirmou que nenhuma dose fora da validade foi usada. Segundo o secret√°rio de Sa√ļde, Marcelo Puzzi, h√° diverg√™ncias no preenchimento de dados no sistema eletrônico do SUS.

"O lan√ßamento no Sistema Conect SUS est√° diferente do dia da aplica√ß√£o da dose. Isso porque, no come√ßo da vacina√ß√£o, a transfer√™ncia de dados demorava a chegar no Ministério da Sa√ļde, levando até dois meses. Portanto, os lotes elencados s√£o do in√≠cio da vacina√ß√£o e foram aplicados antes da data do vencimento. Concluindo, n√£o houve vacina√ß√£o de doses vencidas em Maring√° e sim erro no sistema do SUS", explicou.

A Secretaria de Sa√ļde do Governo do Distrito Federal também disse que é improcedente a informa√ß√£o sobre aplica√ß√£o de vacinas vencidas.

"Ocorre que nem sempre a vacina aplicada é registrada no sistema do Ministério da Sa√ļde na mesma data em que foi administrada no paciente. Caso o digitador n√£o altere esta data de aplica√ß√£o na hora de fazer o registro no sistema, corre-se o risco de a vacina ser registrada como uma aplica√ß√£o fora do prazo de validade", afirmou a secretaria.

A secretaria municipal de Sa√ļde do Rio de Janeiro declarou que recebeu do Ministério da Sa√ļde todos os lotes de vacinas dentro do prazo de validade. Informou, também, que est√° verificando se houve aplica√ß√Ķes de doses vencidas.

Segundo o Ministério da Sa√ļde, o Plano Nacional de Operacionaliza√ß√£o da Vacina√ß√£o contra a covid-19 (PNO) orienta que doses aplicadas fora do prazo de validade n√£o podem ser consideradas para imuniza√ß√£o, sendo recomendado recome√ßar o ciclo vacinal, respeitando intervalo de 28 dias entre as doses.

Fiocruz

Em nota, a Funda√ß√£o Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que os lotes que estariam com prazo de validade expirado n√£o foram feitos no Brasil. O órg√£o pertence ao Ministério da Sa√ļde e é respons√°vel pela produ√ß√£o nacional dos imunizantes da AstraZeneca contra a covid-19.

Segundo a Fiocruz, os lotes sob suspeita foram importados da √ćndia e s√£o do tipo do imunizante da AstraZeneca chamado de Covishield. Os demais carregamentos foram enviados pela Organiza√ß√£o Pan-Americana de Sa√ļde (Opas/OMS).

"Todas as doses das vacinas importadas da √ćndia (Covishield) foram entregues pela Fiocruz em janeiro e fevereiro dentro do prazo de validade e em concord√Ęncia com o MS [Ministério da Sa√ļde], de modo a viabilizar a antecipa√ß√£o da implementa√ß√£o do Plano Nacional de Operacionaliza√ß√£o da Vacina√ß√£o contra a Covid-19, diante da situa√ß√£o de pandemia. A Fiocruz est√° apoiando o PNI [Programa Nacional de Imuniza√ß√£o] na busca de informa√ß√Ķes junto ao fabricante, na √ćndia, para subsidiar as orienta√ß√Ķes a serem dadas pelo programa àqueles que tiverem tomado a vacina vencida", informou a Fiocruz.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
EQUATORIAL ENERGIA ALAGOAS