GOVERNO DE ALAGOAS

Alagoas é destaque na 7ª edição da Olimpíada Brasileira de língua Portuguesa

Estado também aumentou o número de professores participantes, com 2.905 educadores inscritos

Por Allana Dias e Rodrigo Fabrício, sob supervisão em 11/10/2021 às 23:49:34

Thiago Ataíde

Os 102 municípios alagoanos participam da 7ª edição da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa (OLP) Escrevendo o Futuro. Ao todo, 4.929 estudantes do estado se inscreveram nas cinco categorias do concurso: Poema (voltada para as turmas de 5º ano); Memórias Literárias (6º e 7º anos); Crônica (8º e 9º anos); Documentário (1ª e 2ª séries do ensino médio) e Artigo de Opinião (3ª série do ensino médio).

Em 2021, 1.166 escolas da rede pública de Alagoas efetuaram a inscrição no concurso: 265 da rede estadual, 898 das redes municipais e três do Instituto Federal de Alagoas (Ifal). O estado ficou entre as sete unidades da federação que conseguiram manter ou superar o número de municípios participantes em relação à edição de 2019 e entre as três – ao lado de Pernambuco e Rio Grande do Norte – que tiveram 100% de adesão de seus municípios.

Alagoas também foi o único estado que conseguiu expandir a participação do número de escolas no concurso. Já, em todo o país, 3.877 municípios realizaram adesão para participar do evento, que representa 70% das redes municipais brasileiras e nas redes estaduais a adesão foi de 100%.

Os docentes em companhia de suas turmas serão convidados e podem participar dos Encontros de Semifinalistas, que visam promover atividades culturais e formativas entre os dias 13 de outubro e 12 de novembro. No último dia dos Encontros de Semifinalistas de cada gênero, será realizada uma live de encerramento, momento que será divulgada a lista dos classificados para a Etapa Nacional.

A coordenadora estadual da OLP pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) Betânia Moraes comemora o resultado. "Mesmo diante de uma pandemia, Alagoas se destacou nas inscrições e conseguiu ampliar a participação. Tivemos adesão de 100% dos municípios. Sabemos que esta edição será bastante desafiadora, porém, acreditamos no compromisso dos nossos professores ao realizarem a olimpíada com seus alunos, além de estarem desenvolvendo habilidades de leitura e escrita, contribuirão para formação de estudantes leitores e de futuros escritores", observa.

Docentes Engajados - Alagoas também aumentou o número de professores participantes nesta edição, com 2.905 educadores inscritos, sendo 1.240 para categoria Poema, 1.376 para Memórias Literárias, 1.309 para Crônica, 674 para Documentário e 330 para Artigos de Opinião. Ao lado do Tocantins, o estado foi um dos que conseguiu ampliar o número de inscrições de professores. Em todo o Brasil, foram 59.177 professores inscritos.

O professor Paulo Henrique dos Santos, da Escola Estadual Professora Edleuza Oliveira da Silva, de São Miguel dos Campos, foi um dos inscritos. Ele diz que a OLP propicia ao aluno amadurecimento e melhoria na aprendizagem. "A participação em uma olimpíada nacional, já é algo grandioso, fora a possibilidade de participar de oficinas onde ele realiza produções textuais e entende os mecanismos dessa produção. Ele enriquece tanto na questão vocabular, quanto na capacidade de argumentação", considera.

Lista dos professores e suas turmas classificadas

Categoria Poema - Escola de Ensino Fundamental Professor Luiz Alberto de Melo – Arapiraca (rede municipal) - Professora Claudia Cícera Barbosa da Silva

Categoria Memórias Literárias- Escola Municipal Laura Pereira da Silva – União dos Palmares- Professor William Jeferson da Silva

Categoria Crônica - Escola Municipal de Educação Básica Maria Iraci Teófilo de Castro – Taquarana com professor Josefa Maria de Oliveira Santos

Categoria Artigo de Opinião - Escola Estadual Professor José Quintella Cavalcanti (Arapiraca) com prof Lívia de Oliveira Silva; Escola Estadual Deputado José Medeiros (Paulo Jacinto) com o prof Melqui Zedeque Lopes Ribeiro e Escola Estadual Rocha Cavalcanti (União) com prof Gilmar de Oliveira Silva

Categoria Documentário - Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição (Lagoa da Canoa) com a professora Angela Maria dos Santos Nascimento e Escola Estadual Padre Cabral (Maceió) com a professora Marilene Rego dos Santos

Fonte: alagoas.al.gov.br

Comunicar erro
EQUATORIAL ENERGIA ALAGOAS