GOVERNO DE ALAGOAS

Cânion de Xingó entre Sergipe e Alagoas deve passar por inspeção, diz governo de SE

A medida acontece após um paredão desabar no Lago de Furnas, região do Capitólio em Minas Gerais, no último final de semana, onde 10 pessoas morreram e 27 ficaram feridas

Por Redação em 11/01/2022 às 07:32:14

Foto: Denise Gomes/g1/Arquivo

Após um paredão desabar no Lago de Furnas, região do Capitólio em Minas Gerais, no último final de semana, onde 10 pessoas morreram e 27 ficaram feridas, o governo de Sergipe informou, nesta segunda-feira (10), que vai acionar o governo de Alagoas para que seja realizada, em parceria, uma inspeção no Cânion de Xingó, que fica na divisa entre os dois estados.

O local é um dos dos pontos turísticos mais visitados de Sergipe, recebendo centenas de pessoas diariamente.

Segundo o secretário de estado do turismo de Sergipe, Sales Neto, a meta é fazer um estudo preventivo envolvendo os dois governos, órgãos de segurança e universidades.

"É importante ressaltar que as condições do Cânion de Xingó são totalmente diferentes das do Capitólio em Minas Gerais. Nós não temos cachoeiras passando por cima do Cânion, não temos correntes de água e os índices de chuva de Sergipe e Alagoas são muito mais baixos do que os de Minas Gerais. Portanto, é uma questão de prevenção", explicou.

Xingó

O Cânion de Xingó foi formado pela hidrelétrica entre os municípios Canindé do São Francisco (SE) e de Piranhas (AL). São 62 km² de espelho d'água e em alguns locais a profundidade chega a 170 metros.

Fonte: g1 SE

Comunicar erro
EQUATORIAL ENERGIA ALAGOAS